Empreendedorismo

Como a posse de Trump pode prejudicar a sua vida?

21 de janeiro de 2017

Confesso que fiquei abismada com a quantidade de brasileiros que deram sua opinião política a respeito da eleições dos USA e principalmente a posse do novo presidente Donald Trump, achei pertinente um post do economista Ricardo Amorim dizendo “As eleições dos Estados Unidos é tão importante que o mundo inteiro deveria votar”.

Realmente o cenário internacional esta mudando, após a Inglaterra deixar a União Europeia gerou uma onda de conservadorismo no mundo afetando a America no Norte. Entendo a vitoria do Trump como uma oportunidade de reflexão para o mundo.

Se darmos um giro no planeta veremos Erdogan na Turquia, o Putin na Rússia, Xi Jinping na China. De fato existe uma onda de populismo com uma dose de conservadorismo. Juntando com uma série de outros fatores Trump foi eleito, conversei com alguns eleitores de Trump que definiram a vitoria como um “grito de socorro” vislumbrando que a parte conservadora clama por mudanças que foram deixadas de lado pelo governo de Obama, nesse contexto as bolsas despencaram, e o dólar subiu.

Por outro lado, Brexit (Britain Exit) e Trump entram em um momento que o sistema atual falha em oferecer soluções a uma parte da população.

 

E agora, O que isso tudo têm a ver com a minha vida?

Isso quer dizer que o Brasil será afetado afinal em momentos de incertezas o mundo corre para comprar dólar e é por isso que o mesmo sobe ( lei da oferta e demanda), quando esse tipo de coisa acontece, países endividados sofrem. Mas não seremos os únicos afetados, a China também será afetada de forma direta e isso pode gerar uma bolha, principalmente no mercado imobiliário por conta do aumento da expansão de crédito. A crise na China também afetará o Brasil através de um efeito domino, afinal a China é o maior parceiro comercial do nosso país.

Se paramos para pensar o mundo está ligado direta ou indiretamente com os USA e qualquer decisão errada pode trazer efeitos devastadores principalmente para economias de países subdesenvolvidos como o Brasil. Além disso estamos  vivendo nossos próprios problemas internos como corrupção, escândalos, lava-jato, Petrobras, finalizando com a teoria da conspiração com relação a morte do ministro Teori Zavascki.

Para termos uma ideia dos prejuízos iniciais somente dois dias após a eleição do Trump, o valor de mercado das empresas brasileiras cotadas na Bovespa despencaram bruscamente,  o valor total da perda foi de R$125 bilhões!!

Também existia a possibilidade de caso Hillary Clinton fosse eleita o Brasil se beneficiasse com maior abertura comercial dos Estados Unidos, uma vez que este é o seu segundo parceiro comercial atrás da China com um intercâmbio que, só em 2015, chegou a US$ 50,5 bilhões.

 

Vamos aos pontos que podem desfavorecer o Brasil.

 

  • O país pode ser prejudicado indiretamente pelas relações econômicas, principalmente nesse período de crise aonde o país clama por investidores.

 

  •  O Brasil também pode ser chamado a contribuir com mais recursos na manutenção das organizações e da ordem internacional, como aumentar o valor da sua parte do orçamento das Nações Unidas ou enviar mais soldados em operações de paz, por exemplo – tarefa difícil na atual conjuntura de cortes de gastos.

 

  • Por fim, o mais preocupante, é que uma vitória de Trump também fortalecerá grupos políticos conservadores no Brasil e no mundo, e os discursos populistas, racistas, xenófobos e misóginos que o candidato e alguns de seus apoiadores têm defendido.

 

O primeiro ponto a ser salientado é que boa parte dessa volatilidade   “o sobe e desce das ações e do dólar” se da pela parte emocional, o desespero e a busca por  “segurança” faz com que o mercado se movimente de forma rápida e brusca. Em sua maioria para retirada de capitais de mercados emergentes e levados para compra de dólar ou ouro e acredito que esse sempre será um grande problema a ser resolvido.

Ainda mais que a tendência dos republicanos é expandir o livre comercio, porém  Trump discorda desse ponto e está disposto a renegociar os acordos comerciais firmados pelos USA para preservar empregos no país e reduzir o déficit americano nas transações com o resto do mundo. Caso tudo isso aconteça o Brasil sairia bem prejudicado além de minar a força de crescimento da nação.

 

Afetando diretamente

Algumas áreas devem sofrer mudanças com a chegada de Trump à Casa Branca.

Se a economia demora a se recuperar, as empresas continuam sem contratar, diminuindo o poder de compra e o crescimento do país.  Muitos economistas estão denominando esse efeitos de “efeito Trump” principalmente  por ser contrário ao livre comércio se mostrando protecionista.

Acredito que a parte relacionada a imigração é a mais complicada, as frases polemicas do até então candidato causaram muita repercussão ao redor do mundo.  Trump promete enrijecer as leis de imigração e aumentar a fiscalização para obtenção de novos vistos independente de sua categoria.

Todo esse senário tem um grande potencial para mudar o rumo da geopolítica mundial pelas próximas anos.

Em 2015, Trump citou o Brasil ao listar países que, segundo ele, tiram vantagem dos Estados Unidos através de práticas comerciais que ele considera injustas. A balança comercial entre os dois países, porém, é favorável aos EUA. Diferentemente de Hillary, o republicano tem um elemento a  imprevisibilidade.

A vitória do candidato republicano Donald Trump, tem dividido opiniões nas redes sociais, inflamando ainda mais as polêmicas que marcaram a campanha presidencial.

 

Resumo dos pontos que serão trabalhados no primeiro ano do seu governo:

 

  •  Recuperar o poderia militar que os USA tinha antes da Guerra Fria.
  • Construção do muro na fronteiro com o Mexico com finalidade de conter a imigração
  • Protecionismo – Fechar- se para o comercio internacional, isso terá um grande impacto global.
  • Relações com a Russia – Esse será um grande enigma.

 

Devemos ficar atentos quando um movimento se inicia, a tendência é que no médio prazo isso venha a afetar o nosso país. Tudo depende do direcionamento que o governo  Temer vai dar para solucionar os problemas e assim retomar o crescimento da nossa economia.

Boa Semana a todos.

Relacionados a este post

Nenhum comentário

Escreve uma resposta

Receba nossas atualizações

e inspire-se com dicas sobre independência financeira