Empreendedorismo

Por que seu negócio é um fracasso?

1 de dezembro de 2015

Você já percebeu que hoje, quando paramos para conversar com as pessoas o que mais a gente escuta são lamentações e reclamações???

O trabalho é o principal motivo. Falam que a área está saturada, que o Brasil está em crise, e isso, e aquilo… Quando analisei algumas dessas pessoas que reclamaram para mim, o principal ponto que identifiquei foi que elas simplesmente não divulgam seus trabalhos e não sabem “vender” a imagem delas!!!

Uma pessoa me disse: “Sou fotógrafo. Olha meu trabalho!”. Quando vi, pensei: “UAU, que belo trabalho, mas por que nunca vi nada nas mídias sociais dessa pessoa, falando sobre o assunto???”. Foi aí que comecei a analisar alguns reclamões, também li bastante sobre o porquê do fracasso nos negócios.

Precisamos entender que ninguém tem bola de cristal para prever o que fazemos e quais são nossas habilidades. Que tal utilizar mecanismos gratuitos como facebook, instagram, twiter e até mesmo o WIX para fazer isso?

Se você quer que sua carreira ou seu negócio decole, procure divulgar-se e montar uma série de recursos nos quais permita você mostrar o seu trabalho. Se você tiver diferencial e talento, o mercado saberá reconhecer isso.

 

VOCÊ PODE ESTAR NA MÉDIA

Muita gente me diz que muitos mercados estão saturados. Eu não concordo com isso, eu acredito que a maior parte da população entrou na MÉDIA GERAL= MEDIOCRIDADE. A maioria está fazendo as mesmas coisas, são poucos os que têm qualidade, profissionalismo e comunicação.

Vou dar um exemplo que aconteceu comigo. Estava atrás de uma fotógrafa para tirar algumas fotos e me inspirar com ideias legais. Passei semanas procurando até que encontrei a pessoa CERTA. E como eu achei que essa era a pessoa certa???

Era uma profissional que tinha:

1) Um site com fotos, vídeos e portfólio de apresentação dos seus trabalhos em constante atualizações
2) Tinha canais de comunicação
3) Experiência
4) Profissionalismo: Respondeu rapidamente emails, mensagens e todas as tentativas de contato que fiz.

Ou seja, é uma profissional séria e dedicada ao seu trabalho. Respeita o cliente, cumpriu horários e entregou tudo de acordo com o combinado.

Para meu espanto diante da minha pesquisa e olhe que foram muitasssss, só achei 2 pessoas assim. Elas cumpriram todos esses critérios. Todos os outros que liguei tinham a maior conversa furada, por exemplo: “Meu site está em construção”, “Vou procurar meus portfólios e te envio”, “Desculpa o atraso em responder seu email”.

Como assim??? Quem quer comprar algo, não quer esperar, quer comprar porque está decidido a comprar. Alguns simplesmente não retornaram o contato, outros mandaram orçamentos desorganizados e fotos de péssima qualidade, enfim, esses foram só alguns de inúmeros exemplos.

“Se você não investe no seu negócio, como o mesmo pode dar certo? Você precisa ajudar-se.”

Vocês já imaginaram um Web Designer, Fotógrafo, Arquiteto, Jornalista sem portfólio? Sem site? Esses foram só alguns exemplos, poderia passar o dia aqui falando de milhares de problemas que tenho encontrado em diferentes negócios.

Muitos sites fora de contexto e perdendo o FOCO, vendendo uma proposta diferente da que o próprio negócio se propõe, muita coisa mal formulada que são cruciais para que esse mecanismo funcione bem.

Têm muita gente nadando e seguindo o fluxo do cardume. Só faz copiar o que já está feito e  perde a criatividade, não quer INVESTIR e apostar em si mesmo.

 

MONTE SUA VITRINE

É muito importante você mostrar para o mundo quais são as suas habilidades e que você é realmente bom no que faz. Dê o seu melhor e exponha isso para as pessoas, porque é isso que vai fazer com que elas comprem seus serviços e produtos.

Acreditem, profissionais com diferencial, seriedade e todos os pontos citados acima , estão escassos no mercado. Por isso, a hora de trabalho deles está cada vez mais alta. É difícil encontrar profissionais que estejam dispostos a ter essa disciplina e organização para desenvolver um trabalho de qualidade.

Afinal, “dar um jeitinho” todo mundo sabe dar, não é verdade???”

Então, não podemos exigir algo que não estamos oferecendo. Não podemos nos supervalorizar, porque não estamos oferecendo nosso melhor. O cliente paga pelo que lhe é oferecido.

“Você já se perguntou, quanto está valendo o trabalho que você está oferecendo???”

“Você está oferecendo um serviço diferenciado ao seu cliente? Pense nisso”

Tem um ditado que acredito e que faz muito sentido: “A melhor propaganda é a boca a boca”, mas, também pode ser a pior se você não souber fazê-la.

Faça uma auto-análise… Descubra aonde você está errando… Visualizar e admitir isto, já será um grande passo a ser dado.

Vá em frente! Faça a diferença!

Relacionados a este post

Nenhum comentário

Escreve uma resposta

Receba nossas atualizações

e inspire-se com dicas sobre independência financeira