Empreendedorismo

Seu gerente está sabotando os seus planos?

1 de julho de 2016

Quando abri minha primeira conta corrente tinha a ilusão que meu gerente ía me ajudar a tomar as melhores decisões e assim multiplicar meu dinheiro. Depois de alguns anos descobri que na verdade ele fazia parte de uma equipe que sabotava meu progresso financeiro. Sabe por quê?

Gerente é um empregado do banco!!! Bem óbvio, né?? Mas não é assim que a maioria processa essa informação, pois é,  gerente é um ser humano que também necessita pagar suas contas e manter seu emprego. A melhor forma de isso acontecer  é dando para o banco muita lucratividade.

Essa lucratividade acontece de uma forma meio implícita que vai desde vendas de previdência privada a títulos de capitalização e algumas outras “junk food” que são alguns produtos “porcarias” que o gerente oferece de forma doce e maliciosa.

Não é sempre que as metas do gerente vão coincidir com o que é melhor para o cliente”

Eu, por exemplo, já consumi de tudo e cada vez que ía tentar falar com o gerente ele vinha com aquele mesmo papo: “Compre esse seguro ótimo e blá, blá, blá, blá… Eu tinha somente 18 anos, estava recém empregada e por pressão e falta de conhecimento acabei contratando um seguro de vida caro e “resgatável”!!

Na época não entendi o que ele queria me dizer quando colocava tanta pressão para que eu comprasse aqueles produtos, era um pedido de socorro!!! como: “Por favor, me ajude a manter meu trabalho, pois, se eu não bater essa meta serei mais um dentre os milhões de desempregados desse país”.

Ou seja por mais que o gerente seja uma boa pessoa ele terá que bater a meta para permanecer empregado principalmente se ele tem anos no mesmo banco, ou seja, essa luta sempre terá um conflito de interesses, então, “case com seu banco com separação total de bens”, isso mesmo! Não deixe o banco administrar seu dinheiro, pois, ele sempre vai escolher a melhor opção para lucrar e você sair em desvantagem.

Em algumas situações eles oferecem produtos sem ao menos entender quais são os objetivos ou perfil do investidor. Não há uma análise individual  do que o cliente pretende fazer com o dinheiro no futuro,  por quanto tempo ele pode ficar aplicado sem ter prejuízos para o cliente.

Close-up of business people shaking hands

Close-up of business people shaking hands

 

SENDO ENGANADO

O gerente do banco nada mais é que um vendedor de produtos do banco que ele trabalha, ou seja, se um concorrente tiver algo bem melhor ele nunca vai te indicar essa segunda opção.

Eles ganham em cima de clientes sem informação oferecendo produtos com um discurso bonito, técnico e superficial sem esclarecer de forma clara que desvantagens o cliente terá com esse investimento. Dessa forma ele dificulta a compreensão do cliente expondo a uma situação de “sinto vergonha de não entender nada sobre isso”. Com isso,  o cliente vira uma presa fácil.

Esses produtos são “oferecidos”  principalmente quando você necessita do banco, ou seja, necessita pegar algum tipo de empréstimo, que é a chamada venda casada. Eles se aproveitam da fragilidade e desconhecimento do consumidor e acabam sempre levando vantagem.  De acordo com o artigo 39 do código do consumidor isso é CRIME, mas eles usam várias máscaras para iludir o cliente, uma delas é que o Gerente deve criar uma “relação de amizade” para conseguir persuadir o cliente adquirir produtos que não se adequam as necessidades dele e na maioria das vezes com taxas altíssimas que só vão trazer benéficos para o banco.

Um exemplo de produto lixo são os títulos de capitalização. Esse título não oferece liquidez, se você resgata antes do prazo perde parte do valor investido, além das taxas de carregamento altíssimas!!! E você ainda paga um valor separado para custear os prêmios… (Um absurdo!!!) E o pior, a rentabilidade oferecida é inferior que a poupança, ou seja você esta sendo ENGANADO.

Então, vem a parte mais difícil, aprender a dizer não!!! Eu não quero comprar! Eu vou pesquisar! Eu vou cuidar do meu dinheiro! O gerente não é meu amigo! Busque formas inteligentes de valorizar todo o seu suor. Nós trabalhamos duro por 30 dias e não é justo deixar as instituições financeiras levarem tudo que conquistamos com muito esforço. Você pode até pegar informações no banco e isso o gerente é obrigado a passar, porém, não adquira nada sem pesquisar, pois, dessa forma sua aposentadoria vai ficar para outra  vida!

DICAS

Procure um consultor financeiro e não um gerente de banco para cuidar das suas finanças, o consultor geralmente trabalha com uma diversidade de produtos, empresas e bancos e por não estar preso a nenhuma instituição acaba ajudando o cliente com opções que se encaixam as suas necessidades. O consultor estuda cada cliente de forma individual e faz um planejamento personalizado.

Existem produtos e aplicações com excelente rentabilidade em muitas corretoras de credibilidade, porém, vai nos custar um pouco de tempo e o mínimo de conhecimento sobre finanças. Essa será uma oportunidade de você estudar um pouco mais sobre o que está comprando e parar de ser lesado por grandes instituições bancárias.

Resumo da ópera:  busque informações, pois, tudo que desconhecemos costuma custar muito mais caro. Estude tudo que você for adquirir para não entrar em nenhuma roubada.

P.S: Essa é minha opinião através de experiências pessoais, amizades com gerentes, consultores e clientes durante meus 10 anos trabalhando como consultora financeira.

Relacionados a este post

Nenhum comentário

Escreve uma resposta

Receba nossas atualizações

e inspire-se com dicas sobre independência financeira